19/06/2012

Uma Aventura Literária

Duas nossas alunas ganharam menções honrosas pelas participações no concurso Uma Aventura Literária 2012: Ana Rita Ferreira do 5º ano e Beatriz Mónica do 8º.

Disponibliza-se aqui o texto escrito pela Beatriz Mónica. Parabéns às duas vencedoras!



Do vale até ao moinho

Era uma vez um homem, pobre e humilde, que vivia numa aldeia entre duas montanhas.
O homem, chamado José, trabalhava no campo, era um agricultor mas pouco conseguia apanhar da terra, tinha de dividir o campo com mais dois agricultores, e eram todos muito casmurros, se viam alguma planta na sua divisão zangavam-se, diziam que aquilo estava ali a mais.
Certo dia, José ficou sozinho com as terras, os outros dois homens foram de viagem para outro país e antes que eles voltassem José aproveitou e cultivou uma grande quantidade de trigo.
Passado menos de um ano cresceu uma colheita de trigo enorme e José começou a apanhá-lo todo. Conseguiu cinco sacos cheios de sementes de trigo e a sua ideia foi fazer pão no moinho e vendê-lo para conseguir dinheiro. Mas para isso José tinha de ir até ao moinho e… para lá chegar, tinha de subir uma montanha enorme com os cinco sacos de trigo às costas. Desta forma, nunca ia conseguir chegar lá, então ele próprio construiu um trol de madeira, que sozinho puxou enquanto subiu a montanha. Pôs-se então a caminho do moinho numa sexta-feira, pensando que o fim de semana lhe ia chegar para fazer o pão. Mas, enquanto subia a montanha, os seus braços e pernas já pesavam, pois estava cansado de tanto puxar, foi quando lhe apareceu um rebanho de ovelhas à frente, que o impediu de continuar a sua subida. Tentou enxotá-las, mas eram tantas que não serviu de nada:
- Xô, xô ovelhas, saiam da minha frente, tenho de subir a montanha ainda hoje! – Dizia atrapalhado o agricultor José.
- O que é que o amigo quer? Nunca vi passar aqui ninguém, as minhas ovelhas nunca atrapalharam ninguém! – Falou então o dono do rebanho.
- Eu vou até ao moinho, tenho de chegar lá ainda hoje para me instalar e fazer o pão com este trigo que levo aqui.
- HUMM, o amigo quer fazer negócio? – Começou o dono do rebanho – Só o vou deixar passar se me der um saco desses cheios de trigo!
- Nem pensar, foram meses de trabalho!
- Estou a ver…
O dono do rebanho, dizendo aquilo, tirou uma corda do bolso do casaco sujo que levava, amarrou a corda ao pescoço de uma das ovelhas mais pequenas e disse:
- Tome, leve esta que ainda está em fase de crescimento - apontando para a ovelha - Faça com ela o que quiser, mas dê-me um saco de trigo!
- Tudo bem – concordou o agricultor José.
O dono do rebanho controlou as suas ovelhas e deixou José passar.

José continuou a subir e chegou finalmente lá acima, com apenas quatro sacos de trigo, isso é certo, mas agora também levava a companhia de uma ovelha.
Entrou no moinho e viu a mó para moer, a bancada para amassar e o forno para cozer o pão.
À parte tinha uma cama e uma pequena casa de banho, com apenas sanita e lavatório.
José como já chegou de noite, preparou tudo para que no dia seguinte pudesse começar a fazer o pão. À ovelha, deixou-a amarrada à porta do moinho, lá fora, para que ela pudesse comer erva.
Chegou sábado e José meteu mãos à obra, moeu o trigo, começou a fazer o pão.
Era tanto trigo que passou três dias no moinho a amassar e a cozer o pão, por isso, só na segunda-feira à noite é que ficou pronto. Passou no moinho mais uma noite.

Chegada a terça-feira de manhã, pegou em todos os pães e colocou-os no trol. Pegou na ovelha e pôs-se a descer a montanha com ela e o pão. Desta vez a descida foi mais rápida, e a meio ainda encontrou o tal homem a quem dera um saco de trigo.
- Olá senhor, vou agora a descer, desta vez as suas ovelhas não me cortam o caminho! – Disse José com um pouco de graça.
- Estão ali ocupadas a desfrutar da erva fresca, ali na sombra, onde o sol não chega.
- Estou a ver que sim! Então me despeço de si, adeus.
- Espere lá… - interrompeu Artur, o dono do rebanho – Porque não me dá um saco de pão?
- O senhor está a brincar? Tivesse pensado melhor quando me pediu o trigo, preferia o pão já feito? Agora vem tarde meu amigo. Adeus. Da próxima quem sabe…!
E José desceu a montanha, acenando um adeus a Artur.

Chegou à aldeia e foi logo alugar uma barraquinha no mercado para vender o pão.
Deu lucro imediato a José aquela venda do pão, só lhe sobrou o pão que ele próprio tinha guardado para si.
José ficou muito contente, já podia viver com algum dinheiro, quem sabe se não voltaria a repetir a viagem ao moinho, cheio de sacos de trigo?!
Já a ovelha, essa, ficou com ele, passou a servir de companhia a José, como ainda era pequena, era como se fosse a sua filha, passou a ir com ele para todo o lado, era tratada como uma verdadeira princesa.


Escola ganha bolsas musicais

Em janeiro de 2012, a SIC Esperança, em parceira com o Rock in Rio, o Ministério da Educação e Ciência e Associação EPIS - Empresários Para a Inclusão Social, lançou um desafio a todas as Escolas e Agrupamentos do país para apresentarem projetos na área da música para a inclusão. O projeto Bolsas Musicais consistiu na atribuição de bolsas de estudo de música a jovens do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário.
A verba para este projeto foi angariada através da venda das pulseiras Por Um Mundo Melhor, vendidas no âmbito da Gincana Rock in Rio, num total de 162 mil euros, acrescem ainda 100 mil euros doados pela organização do Rock in Rio.
Estas bolsas, que terão 2 anos de duração, destinam-se ao ensino da música e à aquisição de instrumentos musicais, com objetivo de usar os benefícios da aprendizagem da música na educação e formação de jovens em situação de risco, incentivando-os a uma melhoria no seu desempenho escolar.
Com este projeto foi possível contemplar 16 escolas distribuídas por 9 Distritos/Regiões Autónomas, possibilitando a 605 jovens a aprendizagem da música.

Missão Up

Ao longo deste ano letivo, a EB2,3 Professor Agostinho da Silva participou novamente no desafio lançado pela Galp, intitulado Missão UP, Concurso Brigadas Positivas. A nossa escola teve a participação de 17 brigadas e segundo a equipa da Missão UP houve "2.319 escolas aderentes ao projeto e com 228 escolas inscritas no Concurso Brigadas Positivas e ainda 584 escolas inscritas no Campeonato Online de Escolas GalpShare", no qual também participámos.
O júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa ao trabalho desenvolvido pela nossa escola. Fomos uma das cinco escolas convidadas  para a festa de entrega de prémios, que decorreu sob a Pala do Pavilhão de Portugal e tivemos a oportunidade de participar em várias atividades, lanchar e divertir-nos!
"Os vários prémios foram entregues às cinco escolas vencedoras e a duas alunas vencedoras do Campeonato de Escolas Online GalpShare pelos vários parceiros do projeto, pela Diretora de Marketing da Galp Energia, Dra. Isabel Calado e pelo presidente da empresa, Eng.º Manuel Ferreira de Oliveira."

13/06/2012

Semana do Agrupamento

Mais uma espetacular Semana do nosso Agrupamento.
Cheia de atividades didáticas e divertidas, cheia de alegria e música, cheia de prémios e sol.







21/05/2012

Trazer os Morcegos à Luz do Dia!

No âmbito do Ano do Morcego, numa iniciativa lançada pelo Programa do Ambiente das Nações Unidas e pelo acordo sobre a Conservação dos Morcegos Europeus em virtude do declínio de muitas espécies de morcegos a nível europeu, foi dinamizada uma sessão pedagógica pelo biólogo Luís Castro Roma, na   Biblioteca Escolar, no dia 21 de março. A sessão teve como público alvo os alunos dos 8ºF, 8ºD e 8ºC.
Durante a sessão, os alunos foram sensibilizados para a importância da preservação e conservação dos morcegos no geral, e das colónias de morcegos existentes no concelho de Sintra. Foram identificadas as principais fragilidades e riscos para estes animais, bem como formas corretas de atuar.
Os alunos ficaram muito entusiasmados com a sessão e manifestaram de imediato a intenção de participarem no concurso promovido pelo ICNB e pela C.M.S. intitulado "Trazer os Morcegos à Luz do Dia!"

Eis alguns dos trabalhos a propósito deste tema!




15/05/2012

Corrida de Carrinhos de Rolamentos


“Seguro, quero viajar!”
I Corrida de Carrinhos de Rolamentos realizada no dia 10 de maio no
Parque Urbano de Casal de Cambra

O Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva (AEPAS) organizou um Concurso de Carrinhos de Rolamentos alusivos às temáticas do projeto “Despertar para um acordar seguro”: a vida saudável; a proteção e segurança; a poupança e ambiente; e a ciência e investigação. Contou com a presença de cerca de 50 concorrentes, que representaram todos os elementos da comunidade educativa do AEPAS: desde alunos, pais e encarregados de educação, a professores e assistentes operacionais, assim como parceiros do projeto: Solami e Proteção Civil de Sintra.
Foram convidados para membros do Júri: a Presidente da Junta de Freguesia de Casal de Cambra; dois representantes da Câmara Municipal de Sintra (CMS); um representante da direção do AEPAS; um representante da PSP; e um representante da Associação de Pais.
“Seguro, quero viajar!” tinha como principal objetivo ser uma confraternização onde se cruzaram os saberes da escola com os saberes da “rua”, um encontro de gerações e um balanço das aprendizagens adquiridas nos momentos anteriores deste projeto, apresentado no início do ano letivo ao Programa de Apoio à Qualidade nas Escolas, promovido pela CMS.
O dia da corrida foi de partilha de conhecimentos, de entreajuda, de solidariedade, entre gerações, mas também foi um dia de construções de memórias para os mais novos e de evocações de memórias aos mais velhos. Foi um dia bonito de viver!





12/05/2012

9 de maio - Dia da Europa








No dia 9 de maio, celebrou-se o Dia da Europa. A nossa Escola foi anfitriã desta comemoração. Estiveram presentes a Solami, a PSP, a Junta de Freguesia de Casal de Cambra, o Centro de Saúde, que representavam os seguintes países: França, Itália, Alemanha e Luxemburgo. As turmas do PIEF apresentaram a Bélgica. A Holanda teve especial destaque com os contributos de diversas turmas, nomeadamente: o 7º G que montou a exposição e confecionou os bolos típicos, o CEF de Jardinagem e o 7º F que ajudaram a criar as tulipas em papel, o PCA de 7º que facultou a bicicleta de arame. Resta fazer um agradecimento especial à colaboração da Srª D. Sandra, Encarregada de Educação do aluno Luan, do 7º C, que não só diponibilizou diversos materiais relativos à cultura holandesa, como cozinhou Erwtensoep (Sopa de Ervilhas), que foi servida no referido dia.


Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva comemora o Dia da Europa

        No dia 9 de maio de 2012, celebrou-se no nosso Agrupamento o Dia da Europa, em homenagem ao dia 9 de maio de 1950, dia da famosa” Declaração Schuman”, em que Robert Schuman propôs à República Federal da Alemanha e aos outros países europeus a criação de uma “ comunidade de interesses pacíficos”.
       A data, atualmente símbolo europeu, não passou ao lado ao Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva, que a assinalou com atividades de comemoração.

      Ao longo de todo o dia, foram dinamizadas atividades que envolveram várias turmas e professores.
      A nossa turma, 8ºG- cef-Jardinagem, participou ativamente neste evento. Para assinalar a data comemorativa, a turma elaborou um placard, o qual exibia a bandeira da União Europeia, sendo o mesmo exposto no PBX da nossa escola.

     No sentido de representar um dos países da União Europeia, a Holanda, todos os alunos construíram tulipas em papel, já que estas simbolizam o país e constituem um dos seus principais produtos de exportação.
     De referir ainda que neste dia comemorativo, a nossa turma participou, com empenho e espírito desportivo, nas várias atividades promovidas pelos docentes de Educação – Física, a saber: atletismo, salto em altura, lançamento de peso e sprinter.

      Foi um dia em festa!

Alunos do 8ºG-CEF- Jardinagem

24/04/2012

Faça Lá Um Poema

No dia 24 de março, o nosso aluno Hugo Grilo recebeu o 3º prémio no concurso "Faça Lá Um Poema", ao nível do 2º Ciclo. É um enorme orgulho para a nossa escola. Parabéns Hugo!




10/04/2012

Dia da Árvore - 21 de Março

No dia 21 de março, comemorou-se o Dia da Árvore. Inúmeras atividades decorreram na nossa escola, dinamizadas pela Eco-Escolas, pelos projetos "Despertar Para Um Acordar Seguro" e "O Ambiente É de Todos". Foi feita uma enorme pegada ecológica pelos alunos do 9ºD, vários animais e árvores foram elaborados nas aulas de EV e EVT para decorarem o átrio de entrada. Decorreu também um desfile Eco-Escolas com os alunos do grupo dos tambores. Um sucesso a nossa entrada na primavera!








06/03/2012

Quadro de Mérito

video
No dia 3 Fevereiro de 2012, pelas 19:00 horas, na Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva, realizou-se a cerimónia de entrega de diplomas e prémios do Quadro de Mérito do Agrupamento, das vertentes aproveitamento escolar, vencer dificuldades, companheirismo, criatividade artística e mérito desportivo, referentes ao ano letivo 2010/2011.
Foram ainda premiados a aluna Joana Messias, vencedora do “Concurso Cartão do Aluno”; a aluna Ana Rita Deodato, campeã nacional de ténis de mesa; os vencedores do concurso nacional “PIEFS Sem Fronteiras”, Djeison Rodrigues e Oceano Barbosa.  
Nesta sessão, estiveram presentes muitos professores, assistentes operacionais, encarregados de educação, familiares e alunos, para além de várias entidades que aceitaram o convite, nomeadamente o Sr. Diretor Regional Adjunto, Luís Dias; o Vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra, Dr. Marco Almeida; Presidente da Junta de Freguesia de Casal de Cambra, D. Fernanda Santos; Presidente da Associação de Pais, D. Helena Santos; representante do Pessoal não docente, D. Barbara Santos; Presidente do Conselho Geral, Dr. Joaquim Trovão; Subdiretor do Agrupamento, Dr. Maurílio Silva; representante da DREL, Dr.ª Maria João Ferreira; Diretor do Departamento de Educação da Câmara Municipal de Sintra, Dr. Frederico Eça; chefe de Divisão de Departamento de Educação, Dr.ª Maria João Martins; chefe da Divisão de Planeamento e Logística Educativa, Cristovalina Afonso.
A cerimónia iniciou-se com algumas palavras proferidas pela Diretora do Agrupamento, Dr.ª Alzira Roso, que felicitou todos os alunos merecedores desta distinção, salientou o excelente desempenho dos professores, alunos e comunidade educativa, que elevam o nome deste agrupamento de escolas. Realçou ainda, que a missão da escola é inexaurível, pois não só transmite conteúdos e conhecimentos indispensáveis para a formação integral dos alunos, mas também valores de cidadania.
De seguida procedeu-se à entrega dos diplomas e prémios aos alunos do 2º ao 9º ano de escolaridade, que se destacaram no ano letivo anterior. Foi premiado um aluno por ano de escolaridade e por vertente.
Seguiram-se as intervenções do Sr. Diretor Regional Adjunto, Luís Dias e do Vice-presidente da Câmara Municipal de Sintra, Dr. Marco Almeida que realçaram a importância destas atividades e sobretudo o papel da família destes jovens, a quem cabe a responsabilidade de educar, de dar bons exemplos e valorizar a escola pública.
A cerimónia foi abrilhantada pela leitura de poemas e textos dos alunos, pela animação musical dos alunos da turma 6.º B, um dueto musical de Violino e Clarinete, por duas alunas do 7º A e um original interpretado pela aluna finalista do 9º ano, Andreia Saragoça.
O grupo responsável pela organização deste evento agradece a todos os que se empenharam para que esta cerimónia fosse possível, nomeadamente no apoio técnico, informático e musical - Emanuel Vicente, Ricardo Silveira, Sara Vinhas, Lídia Bispo, professora Vera Coelho.
A todos os alunos nomeados ao longo do ano e premiados, assim como às respetivas famílias os nossos parabéns!
A todos os distinguidos e restantes alunos, que estes prémios sirvam de incentivo para um percurso escolar de sucesso.








28/02/2012

Despertar Para Um Acordar Seguro

Para seguires facilmente o novo projeto que "mexe" com todo o Agrupamento, criámos aqui, no @gostinhonline, a ligação para o blogue onde estão reunidas todas as informações sobre as atividades de "Despertar, Para Um Acordar Seguro". Clica acima da imagem do Prof. Agostinho da Silva!


07/02/2012

Clube de Fantasia

Antes da época natalícia, as professoras do Clube de Fantasia, desafiaram os alunos a pensar e a colocar em prática a solidariedade e o espírito natalício. Deste modo, num turno dedicaram-se à construção de um "calendário" para entregar aos alunos do Jardim de Infância da Solami e no outro construíram uma árvore de Natal para entregar ao Centro de Dia da referida instituição e mais duas árvores de Natal para oferecer à escola (uma delas à Biblioteca e outra ao PBX).











Deixamos o registo das opiniões dos alunos no final da atividade:
“Nós gostámos muito de fazer este trabalho, porque aprendemos a colaborar uns com os outros e a ajudar as crianças mais novas do que nós a partilhar afetos e o espírito natalício, através de pequenos desafios que lhes lançámos.” Alunos do Clube da Fantasia (sessão das 11:45 às 12:30)“Nós adorámos fazer a árvore de Natal. Foi muito divertido. Aprendemos a reutilizar materiais usados e aprendemos a trabalhar em conjunto.”

“Nós gostámos muito e todos colaborámos, pois o trabalho em equipa foi fantástico. Foi muito bom ir entregar a árvore ao Solami, conhecer os idosos e ver a sua cara de felicidade, quando chegámos.” Alunos do Clube de Fantasia (sessões das 15:10 às 16:40)As atitudes dos alunos, que frequentam o Clube de Fantasia, estão a alterar-se, visivelmente, relativamente à reciclagem e reutilização de materiais, levando-os a trazer mais materiais de casa para trabalhar em cada sessão e dar-lhes uma nova vida. O seu empenho é notório na construção das árvores de Natal e a sua alegria ao entregar os objetos produzidos na Solami, quer aos alunos mais novos, quer aos idosos que frequentam o Centro de Dia é evidente na sua expressão, bem como a sua criatividade vai sendo desenvolvida em cada sessão, semana após semana.
 
Clube de Fantasia